INPI

Filhos de Martin Luther King brigam por propriedade intelectual e …

Herdeiros de Martin Luther King brigam judicialmente pelo acervo do pai No mesmo dia em que milhares de pessoas estavam reunidas na capital do país, para comemorar o 50º aniversário do discurso “Eu tenho um sonho…”, de Martin Luther King Jr., dois de seus filhos entraram com uma ação contra a filha, a respeito do uso da propriedade intelectual do icônico líder. Martin Luther King III e Dexter King, que dirigem a propriedade de seu pai, disseram que Bernice, que é responsável o Martin Luther King Jr Center for Nonviolent Social Change (Centro pela Mudança Social Sem Violência, em tradução livre), tem sido negligente com o uso de “nome, imagem, voz gravada e memorábilia (objetos de pessoas ou eventos importantes)” de Dr. King”.

Filhos de Martin Luther King brigam por propriedade intelectual e …

Herdeiros de Martin Luther King brigam judicialmente pelo acervo do pai No mesmo dia em que milhares de pessoas estavam reunidas na capital do país, para comemorar o 50º aniversário do discurso “Eu tenho um sonho…”, de Martin Luther King Jr., dois de seus filhos entraram com uma ação contra a filha, a respeito do uso da propriedade intelectual do icônico líder. Martin Luther King III e Dexter King, que dirigem a propriedade de seu pai, disseram que Bernice, que é responsável o Martin Luther King Jr Center for Nonviolent Social Change (Centro pela Mudança Social Sem Violência, em tradução livre), tem sido negligente com o uso de “nome, imagem, voz gravada e memorábilia (objetos de pessoas ou eventos importantes)” de Dr. King”.

Histórico dos direitos autorais no Brasil | HIPERFÍCIE

Em sua dissertação de mestrado “Função Social da Propriedade Intelectual: compartilhamento de arquivos e direitos autorais na CF/88“, de 2007, o jurista Pedro Nicoletti Mizukami oferece uma excelente referência para quem, como eu, pesquisa os contornos jurídicos da crise da propriedade intelectual na era da cultura digital. É um ombro de gigante, pronto para servir de ponto de partida para novas observações. Reproduzo abaixo (mantendo a numeração original das notas de rodapé) o trecho em que o autor analisa a trajetória da legislação brasileira sobre direitos autorais.

Histórico dos direitos autorais no Brasil | HIPERFÍCIE

Em sua dissertação de mestrado “Função Social da Propriedade Intelectual: compartilhamento de arquivos e direitos autorais na CF/88“, de 2007, o jurista Pedro Nicoletti Mizukami oferece uma excelente referência para quem, como eu, pesquisa os contornos jurídicos da crise da propriedade intelectual na era da cultura digital. É um ombro de gigante, pronto para servir de ponto de partida para novas observações

Negociar Parcerias Estratégicas de Inovação “Ganha-Ganha …

Reconhecer que todo o esforço de colaboração é distinto e deve ser avaliado por seus próprios méritos, as empresas devem fazer a sua lição de casa antes de começar a trabalhar em conjunto. Colaborações de inovação de sucesso começam com uma compreensão clara de como cada empresa quer beneficiar da parceria, e como eles trabalharão em direção a um resultado ganha-ganha

Negociar Parcerias Estratégicas de Inovação “Ganha-Ganha …

Reconhecer que todo o esforço de colaboração é distinto e deve ser avaliado por seus próprios méritos, as empresas devem fazer a sua lição de casa antes de começar a trabalhar em conjunto. Colaborações de inovação de sucesso começam com uma compreensão clara de como cada empresa quer beneficiar da parceria, e como eles trabalharão em direção a um resultado ganha-ganha. Este artigo destaca as questões a serem consideradas e documentadas nesta fase de formação de uma parceria

Negociar Parcerias Estratégicas de Inovação “Ganha-Ganha …

Reconhecer que todo o esforço de colaboração é distinto e deve ser avaliado por seus próprios méritos, as empresas devem fazer a sua lição de casa antes de começar a trabalhar em conjunto. Colaborações de inovação de sucesso começam com uma compreensão clara de como cada empresa quer beneficiar da parceria, e como eles trabalharão em direção a um resultado ganha-ganha

Jaron Lanier, a “propriedade intelectual” e o parasitismo de seu …

Jaron Lanier, a “propriedade intelectual” e o parasitismo de seu sistema de violência Aqueles que têm mais de 35 anos aparentemente adoram ouvir que a internet — e os rápidos desenvolvimentos paralelos que ocorreram durante sua existência — foi um erro terrível com problemas gigantescos. É infindável a fila de oportunistas que se organiza para pintar esse espasmo reacionário geracional como voz iluminada da razão. Dizem que precisamos de elites, que as pessoas que falam sobre injustiças em suas comunidades online já foram longe demais, que os sistemas descentralizados são complicados demais, que Chelsea Manning e os ativistas que se importam com uma internet livre são apenas testas de ferro dos irmãos Koch, etc.