ind

Prospecção tecnológica de patentes em pauta

Para discutir a relação entre propriedade intelectual e patentes, Bio-Manguinhos, em parceria com a Associação Brasileira das Indústrias de Química Fina (Abifina) promoveu, no dia 9 de junho,  uma oficina sobre o tema. A consultora em Inovação e Propriedade Intelectual e gerente técnica e de Propriedade Intelectual da Abifina, Ana Claudia Dias, apresentou a importância da prospecção tecnológica na indústria farmacêutica. A especialista explicou que o conhecimento sobre a estrutura e funcionamento das patentes é instrumento fundamental para conhecer o mercado.  A prospecção, como método de inteligência competitiva, permite obter dados para tomada de decisão, verificar a relevância da pesquisa e direcioná-la, fundamentar investimentos e perceber lacunas de mercado.

Prospecção tecnológica de patentes em pauta

Para discutir a relação entre propriedade intelectual e patentes, Bio-Manguinhos, em parceria com a Associação Brasileira das Indústrias de Química Fina (Abifina) promoveu, no dia 9 de junho,  uma oficina sobre o tema. A consultora em Inovação e Propriedade Intelectual e gerente técnica e de Propriedade Intelectual da Abifina, Ana Claudia Dias, apresentou a importância da prospecção tecnológica na indústria farmacêutica. A especialista explicou que o conhecimento sobre a estrutura e funcionamento das patentes é instrumento fundamental para conhecer o mercado.  A prospecção, como método de inteligência competitiva, permite obter dados para tomada de decisão, verificar a relevância da pesquisa e direcioná-la, fundamentar investimentos e perceber lacunas de mercado

Prospecção tecnológica de patentes em pauta

Para discutir a relação entre propriedade intelectual e patentes, Bio-Manguinhos, em parceria com a Associação Brasileira das Indústrias de Química Fina (Abifina) promoveu, no dia 9 de junho,  uma oficina sobre o tema. A consultora em Inovação e Propriedade Intelectual e gerente técnica e de Propriedade Intelectual da Abifina, Ana Claudia Dias, apresentou a importância da prospecção tecnológica na indústria farmacêutica. A especialista explicou que o conhecimento sobre a estrutura e funcionamento das patentes é instrumento fundamental para conhecer o mercado

Biominas Brasil » Extensão de prazo para patentes divide indústrias

Mônica Scaramuzzo – O Estado de São Paulo As indústrias brasileiras produtoras de genéricos e de defensivos agrícolas afirmam que têm, juntas, um “passivo” represado de pelo menos R$ 500 milhões que poderiam ser revertidos em receita. Os cálculos são feitos com base nos medicamentos e agrotóxicos que terão a extensão da patente garantida pelo parágrafo único do artigo 40, estabelecido pelas regras de propriedade intelectual da lei nacional 9.279/1996. Esse dispositivo foi incluído como uma salvaguarda em caso de uma eventual ineficiência do Instituto Nacional de Propriedade Intelectual (Inpi) no processo de concessão das patentes.

Extensão de prazos para patentes divide indústrias | Política Livre

As indústrias brasileiras produtoras de genéricos e de defensivos agrícolas afirmam que têm, juntas, um “passivo” represado de pelo menos R$ 500 milhões que poderiam ser revertidos em receita. Os cálculos são feitos com base nos medicamentos e agrotóxicos que terão a extensão da patente garantida pelo parágrafo único do artigo 40, estabelecido pelas regras de propriedade intelectual da lei nacional 9.279/1996.

Extensão de prazos para patentes divide indústrias | Política Livre

As indústrias brasileiras produtoras de genéricos e de defensivos agrícolas afirmam que têm, juntas, um “passivo” represado de pelo menos R$ 500 milhões que poderiam ser revertidos em receita. Os cálculos são feitos com base nos medicamentos e agrotóxicos que terão a extensão da patente garantida pelo parágrafo único do artigo 40, estabelecido pelas regras de propriedade intelectual da lei nacional 9.279/1996. Esse dispositivo foi incluído como uma salvaguarda em caso de uma eventual ineficiência do Instituto Nacional de Propriedade Intelectual (Inpi) no processo de concessão das patentes