patente

FG – Marcas e Patentes | Beats é processada por supostamente …

Beats é processada por supostamente infringir patentes da concorrência Por Leonardo Müller A Bose, fabricante de equipamentos de áudio de alto desempenho, acaba de processar a Beats afirmando que a empresa recém-adquirida pelaApple copiou quatro elementos de uma de suas patentes para cancelamento de barulho. A Bose cita especificamente os fones de ouvido da linha Studio, lançados pela Beats há algum tempo.

Beats é processada por supostamente infringir patentes da …

A Bose, fabricante de equipamentos de áudio de alto desempenho, acaba de processar a Beats afirmando que a empresa recém-adquirida pela Apple copiou quatro elementos de uma de suas patentes para cancelamento de barulho. A Bose cita especificamente os fones de ouvido da linha Studio, lançados pela Beats há algum tempo. Caso a parte ativa do processo, no caso a Bose, vença a disputa judicial, a Beats terá que pagar uma pequena fortuna para empresa que foi lesada, uma vez que cada fone em que usa ilegalmente a tecnologia da Bose custa US$ 300 nos EUA.

Abit promove workshop “Marcas, Patentes e Pirataria”, em São …

Setor Têxtil: como proteger marcas e se defender de pirataria no Brasil Abit promove evento que reunirá Receita Federal, INPI, consultores e empresários para debater combate à pirataria, proteção de marcas e registro de patentes No dia 29 de Julho de 2014, a partir das 9h, a Abit (Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção) promoverá o workshop “Marcas, Patentes e Pirataria”. O evento, que acontece na sede da entidade, em São Paulo, busca atender aos empresários que estão preocupados com o aumento da pirataria de marcas brasileiras, a estrutura do Brasil para lidar com o tema, a importância de registrar marcas e patentes, além de cases de empresas brasileiras. Dentre os principais participantes do workshop estão: Paulo Roberto Ximenes Pedrosa, da Receita Federal; Alessandra Marins, diretora do Instituto Rio Moda; Silvia Rodrigues de Freitas, coordenadora geral de marcas do INPI (Instituto Nacional de Propriedade Industrial); Edson Vismona, presidente do Fórum Nacional de Combate à Pirataria e Ilegalidade (FNCP); Paulo Mariano, presidente da Gold Star Marcas e Patente; Luciane S

Reflexões sobre a revisão da Lei de Patentes

Há cerca de um ano está em discussão uma proposta de revisão para a Lei de Propriedade Industrial (LPI) – Lei nº 9.279, de 1996 – como sugerido no Projeto de Lei nº 5.402, de 2013, que gerou um livro intitulado “A revisão da Lei de Patentes – Inovação em prol da competitividade nacional”, editado pela Câmara dos Deputados. Nessa obra consta que “como resultado da sanção da atual Lei de Patentes, observa-se uma clara queda, de 1996 a 1997, na participação dos residentes no depósito patentário, que passam de 32,4% para 17%.